Página Inicial


 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
FILMES
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
NUMEROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
CONTOS  HISTORIAS
MONTAGEM
MUSICAS
FLORESTA HIKARI
PARA COLORIR
PETS FAMOSOS

Por que os cães têm medo de fogos de artifício?

   
    
    O seu cãozinho fica desesperado quando em dias de festas estouram fogos de artifício? Isso acontece, pois esses animais têm uma capacidade auditiva cerca de quatro vezes maior que os humanos e qualquer barulhinho acaba se tornando um ruído muito forte e ensurdecedor para eles. Também conseguem ouvir sons que são absolutamente inaudíveis para nós.
    Normalmente, os cães têm muito medo de barulho de trovões, secadores e máquinas de lavar roupa. Quando se sentem acuados, começam a tremer, procuram o seu dono ou então se escondem em locais de difícil acesso.
    Em alguns casos, os veterinários recomendam remédios para evitar o pânico que são ministrados nos dias em eu acontecem barulhos muito altos. Outras formas de tratamentos são as terapias de dessensibilização que acostuma o bicho com os sons que ele tem medo. Essas terapias são geralmente feitas com CD's que tem os barulhos que mais causam fobias nos animais. Os sons são deixados para os animais ouvirem para que não fiquem com medo.
    Entretanto, se o problema não for grave, para tentar acalmar o seu bichinho é preciso ter paciência e fazer carinhos nele para que ele se sinta seguro. Em pouco tempo, o animal vai se acostumar com esses barulhos e ficará mais tranqüilo.

 

Ferret era usado para caçar


    Esse curioso bichinho apesar de ser pouco conhecido no Brasil é muito popular em outros países como os Estados Unidos: ele está entre os três animais prediletos para serem de estimação.
    Acredita-se que esse bicho tenha sido domesticado há cerca de 3 mil anos. Os egípcios teriam sido os primeiros a terem os ferrets. Eles eram usados como caçadores para que suas casas não fossem atacadas por cobras e ratos.
    A fama de bom caçador continuou e na época romana eles tinham a função de caçar coelhos. Já no Brasil, o bichinho chegou em navios por volta de 1870. Eles também eram usados para que os barcos ficassem livres dos ratos.

Tamanduá não tem dentes


    Diferentemente de outros mamíferos, o tamanduá, um  mamífero quadrúpede, não possui nenhum dente. Característica  muito rara entre os mamíferos que geralmente apresentam duas  dentições, esse animal possui uma espécie de bico comprido,  porém suas mandíbulas são lisas sem nenhum dente.
Esse animal adora formigas e cupins. Também devora pequenos  vermes e centopéias. Um tamanduá adulto é capaz de comer  em  média 35 mil insetos por dia.
Como não possui dentes, para comer ele usa a língua fina que é  bem comprida e consegue alcançar animais que estejam longe  seu corpo. Sua língua também é gosmenta para poder pegar  suas presas.

 

Peixes nadam em cardumes

    
    
Geralmente quando observamos um peixinho nadando no mar ou no rio vemos que ele não está sozinho, sempre está nadando em cardumes, junto com vários outros animais. Mas por que os peixes nadam dessa forma e quase nunca ficam sozinhos?
    Da mesma forma como os pássaros que voam na formação de V para auxiliar o seu vôo, os peixes também se deslocam em cardumes para ajudar a sua natação.
    Outra explicação é que dessa forma eles ficam mais protegidos contra os predadores e conseguem despistá-los com maior facilidade.
    Além disso, também podem se reproduzir com maior facilidade pelo fato dos peixes da mesma espécie estarem sempre juntos.

Veja matérias anteriores

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2003 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved