Página Inicial

 

 
PET'S SHOP
FAÇA SUA LOJA
PET ID
ADOTE UM PET
ACHADOS  PERDIDOS
PET MATRIMONIAL
PET TRAVEL
EVENTOS
CLUBE PETFRIENDS
PET'S E FAMOSOS
EXÓTICOS CURIOSOS
CONTOS  HISTORIAS
OPINIÕES PET'S
CAMPEÕES 
TV PET FRIENDS
ENCONTROS
ASTROLOGIA
CONSULTA ON-LINE
MUNDO VETERINÁRIO
FÓRUM
ONDE ESTAMOS
CHAT VET
FAÇA SEU SITE
CÃES
GATOS
PEIXES
AVES
RÉPTEIS
OUTROS
POSTAIS ON-LINE
JOGOS
PET'S FAMOSOS
PARA COLORIR

O cão com características leoninas e língua azul

Com um instinto felino e uma aparência parecida com o leão, esse cão é bastante reservado e não late com muita freqüência. Além disso é muito limpo e fiel ao seu dono. A maior peculiaridade desta raça é a famosa língua azul. Seu nome deriva do cão de caça chinês Choco, e é um membro da família dos Spitz conhecidos há mais de 2.000 anos. 

Esse pet sempre aceita e retribui as manifestações de afeto e carinho de todos os membros da família. Deve ser tratado com brandura e disciplina. Apesar de dócil, não aceita tão facilmente a presença de estranhos e, se for provocado, revela-se um lutador temível. Ideal para exposições devido a sua pelagem e ao porte digno que , com certeza, atrai à todos.

Devido ao seu humor é comum que seus donos prefiram passear, regularmente, com o animal preso a coleiras a deixa-lo solto, mesmo nas áreas permitidas. Mesmo assim, é injusto mantê-los confinados em pequenos espaços.

Origem e História

O Chow Chow tem sua origem entre os antigos cães molossos que habitavam a região ártica do território chinês há mais de dois mil anos. Considerado como o Mastim original do Lama, o Chow Chow deve ser um dos membros mais antigos da família Spitz. 

Na China Imperial, o Chow Chow apresentava várias funções: desde a guarda e proteção até satisfazer o refinado paladar da nobreza chinesa. Nas grandes festas do Imperador chinês Yu Pie, a carne do Chow Chow era servida e o convidado de honra tinha o “privilégio” de comer sua língua, para provar que a carne era de Chow. Sua criação se deve, principalmente, por sua carne e pela sua pelagem.

Nas primeiras citações deste animal, em textos chineses, foi tratado por Cão Tártaro ou Cão dos Bárbaros. Seus exemplares foram importados pela Inglaterra em 1760 para serem exibidos no jardim zoológico. Apesar da reputação de cão feroz, o Chow Chow é um animal afetuoso e dedicado.

Esta raça chegou ao ao Ocidente em 1780 por meio de um oficial da Companhia das Índias Orientais. O registro oficial da raça tem data de 1895, quando foi fundado o clube do Chow Chow e hoje em dia são registrados em média cerca de 600 a 700 cães por ano no clube britânico de canicultura. O interesse por esta raça tem aumentado constantemente.

No Brasil a raça está em grande ascensão. Grandes criadores estão procurando aprimorar cada vez mais a raça, mantendo sempre suas características. O Chow Chow é conhecido principalmente pela aparência leonina e a língua azul. É um cão muito afetuoso com as pessoas da família, desconfiando de estranhos. Esta raça é boa para guarda e ótima companhia. 

Os cuidados necessários para um cão desta raça são caminhadas diárias e escovação cuidadosa dos pêlos. O Chow Chow apresenta pelagem longa e densa, em cor sólida (preto, vermelho, azul, fulvo, creme ou branco).

Como um cão de grande porte, o Chow Chow está sujeito à displasia coxo-femural, uma alteração física de caráter hereditário na articulação entre o fêmur e a bacia do cão, que causa problemas de locomoção, dor e incômodo ao animal.

Na aparência geral é um cão de porte orgulhoso, compleição física equilibrada, harmonioso, ágil, embora com uma andadura peculiarmente curta, saltitante e vacilante com os membros em movimentação paralela, cauda dobrada sobre o dorso e um detalhe anatômico que o torna ainda mais singular: a língua preto-azulada.

Sua alimentação deve ser de cerca de 376 gramas de carne misturada com biscoito ou uma ração própria. Mas eles também apreciam arroz, dobrada, galinha e carne de vaca sem gordura.

 

inicio l quem somos l cadastre-se l contato
Copyright© 2000 PetFriends. Todos direitos reservados. All rights reserved
1